domingo, 22 de junho de 2014

Poema infantil

                                              Simpatia

                                                         Afonso Schmidt

                                         Numa tarde longa e mansa,
                                         os dois pela estrada vão:
                                         o cão estima a criança,
                                         e a criança estima o cão.

                                         Que delicada aliança
                                         dos seres da criação:
                                         uma risonha criança,
                                         um robustíssimo cão.

                                         Deus percebeu a lembrança
                                         e sorriu lá na amplidão:
                                         ele gosta da criança,
                                         que trata bem o seu cão.

                                         Por isso, na tarde mansa,
                                         os dois felizes lá vão:
                                         a delicada criança
                                         e o robustíssimo cão.


Em: Poesia brasileira para a înfância, Cassiano Nunes e Mário da Silva Brito, São Paulo, Saraiva:1968




Afonso Schmidt (Cubatão, SP 1890 – SP, SP 1964) poeta, romancista, contista, biógrafo, jornalista.  Como jornalista trabalhou para  A Voz do Povo, em 1920, no Rio de Janeiro.  Para Folha da Noite,  Diário de Santos e A Tribuna, em Santos. Em São Paulo trabalhou na Folha da Noite e O Estado de S.Paulo.  Neste último trabalhou de 1924 até 1963.  Recebeu o prêmio da  revista O Cruzeiro em 1950 pelo romance Menino Felipe.   A União Brasileira de Escritores lhe premiou com o Juca Pato – Intelectual do Ano em 1963.  Foi sócio fundador do Sindicato dos Jornalistas do Estado de S. Paulo, membro da Academia Paulista de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Afonso_Schmidt

Nenhum comentário:

Postar um comentário